Notícias

Fetramesc e Sinseadre celebram reajuste de 6% para servidores públicos de Luzerna

Conquista do sindicato garantiu aumento real a todo o funcionalismo público e ainda reajuste no auxílio alimentação

A Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado de Santa Catarina (Fetramesc) e o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Água Doce e Região (Sinseadre) comemoram a recente conquista do reajuste salarial de 6% destinado a todos os servidores públicos da cidade de Luzerna. Este reajuste, que leva em consideração o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado de 3,82%, acrescido de um ganho real de 2,18%, representa não apenas um aumento nominal, mas uma valorização efetiva do funcionalismo público. Além disso, foi aprovado um reajuste de 3,82% no auxílio alimentação de todos os servidores, elevando o valor diário de R$ 33,83 para R$ 35,12, totalizando um montante mensal de R$ 772,64 para 22 dias úteis trabalhados.

O presidente do Sinseadre, James Francisco Beal, expressa sua satisfação com essa conquista, destacando não apenas o benefício para o sindicato, mas para todos os servidores de Luzerna. Segundo Beal, o processo de negociação com a administração pública transcorreu de maneira tranquila, com o entendimento mútuo da necessidade desse reajuste. Ele ressalta os desafios diários enfrentados pelo sindicato para demonstrar a importância de uma remuneração justa para os servidores e agradece o apoio da administração municipal nesse processo.

“O aumento salarial de 6%, com um ganho real de 2,18%, é significativo para os servidores de Luzerna, especialmente para aqueles com salários menores. Apesar de não atingir o ideal, representa um avanço considerável e reflete o compromisso do sindicato em melhorar as condições de trabalho e vida dos servidores”, afirma Beal.

O assessor econômico da Fetramesc, João Batista de Medeiros, compartilha sua satisfação com os resultados obtidos em Luzerna. “Foi uma negociação bastante satisfatória, que privilegiou o aumento real acima da média do que os demais municípios estão alcançando. Tivemos um aumento real acima de 2%, o que é bastante importante. Além disso, o auxílio alimentação também recebeu reajuste e está em um patamar acima da média dos demais municípios, configurando aí um valor de R$ 35,12 por dia útil. Se considerarmos 22 dias úteis, é um valor bastante importante e ambos os reajustes vão servir de parâmetro para as demais negociações nos sindicatos que têm data-base no mês de março”, analisa.

Segundo Medeiros, um dos fatores para alcançar estes percentuais nos reajustes, também leva em conta os indicadores fiscais do município, que contribuíram para a negociação. “O comprometimento da despesa com pessoal na receita corrente líquida no ano de 2023 do município de Luzerna, consolidou o número de 42,50%, bem abaixo do limite prudencial da LRF que é de 51,3% e bem abaixo do limite total, que é de 54%”, complementa.

Compartilhe nosso conteúdo nas redes sociais